VIDEO POEMA (proezia)

Dona Luzia retoma a tradição...
eu tinha cnco anos e lembro bem...



Ariel responde aquela pergunta do orkut "quem é você"... e aqui me aproprio do texto e faço essa sngela declaração de amor paternal!





Refiz o video poema... 

 - Tirei as cores do filme - as árvores ficam pálidas, em tons de cinza (...)
- amarelo e verde são as cores da sibipiruna
- vermelho é a cor do jarmim - o vértice do triângulo da história
- branco parece "alma" gélida de pavor ou medo
- e tem tem o roxo... "que venha o fim..."



Leia o poema na íntegra no link:





(rodovia Cândido Portinari)



depois

===========================
antes





Cecília Meireles Batuque, Samba e

Poema Manuel Bandeira - Profundamente

O Habitante de Pasárgada - Manuel Bandeira

CECILIA MEIRELES - VIDEOCAST

retrato (Cecília)


CECILIA MEIRELES - canção

SAUDADE NOSTALGIA NEBLINA

  É difícil extrair quem somos do que nos disseram ser. O nome que damos as coisas também tem nome, é o tal substantivo. Substantiv...