quinta-feira, 17 de maio de 2018

ABSTER

ao contrário,
o dia manheceu
engolido por ontem.
onde está o sonho, euforia
da última paixão inesquecivel?
deitado no aspero do papel
espero o alvorecer furioso
do alcance das palavras
e abster tragado
antes de mais nada.
*
*
Baltazar Gonçalves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você veio até aqui, comente!

ODE AO MUSGO

O musgo é bom companheiro, calados concordamos que lado a lado vão o mal tempo e a bonança. O musgo é paciente, seco espera a chuva e verd...