quarta-feira, 13 de agosto de 2014

ASTRONÔMICO

No cosmo do meu peito brilha uma estrela.

Pulsa, quasar perfeito, poderosamente. Virgem.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

APELO


Uma nota caída / do sol
implora, no peito / o berro,
conclave. Meu peito / aberto
é um buraco inteiro. Nele / cabe
o sol, o afago e o aperto.
A clave de sol abriu meu canto ao meio.

Impressões sobre o livro O ÍNTIMO DA CASA, de J. A. Castro

Os poemas do livro O ÍNTIMO DA CASA, de J. A. Castro são janelas e portas que dão para o interior da memória de uma casa habitada na infâ...