Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 30, 2013

RETRATO DA FAMÍLIA

Naquele dia a gente fez um retrato, que uma graça tinha sido alcançada. O milagre na vida se dá no meio do desejo, quando ainda a sede do novo faz a gente prometer, faz a gente acreditar que tem as asas e os ventos a nosso favor apesar da adversidade. Saímos de Rifaina vestidos do que mamãe cozera, do que mamãe nos revestira. As mãos grávidas dela sonhavam fazendas de seda em chita, sonhavam tijolos e andaimes, sonhava enxoval de madame em brim para a Denise que ainda era semente no colo da virgem Maria. Retrato no papel de fotografia, naquele tempo era arte para uma vez na vida. E que dia foi esse, meu deus! A lembrança da gente faz uma bola de ar revirar no estômago, de euforia e contentamento, uma ansiedade contida de quem espera nunca acabar o doce.

Viemos à Franca por conta de tirar foto no estúdio, um acontecimento. Promessa a ser cumprida se a poliomielite que teimava atormentar meu irmão se esquecesse dele e o deixasse bom para correr no campo atrás da bola, correr atrás do trab…

MANUAL DE PINTURA E CALIGRAFIA

Saramago está de volta na minha vida. Foram 

suas mãos que me levantaram do chão, que 

fiaram luz azul quando a terra tremeu pela 

terceira vez, quando tudo em volta era tons 

de cinza avistei a cegueira da maioria, 

sobrevoei mafra, brasília votuporanga e, 


francamente, tinha deposto os 

volumes na 

estante. E agora isso: encontro 

casual de 

livraria - MANUAL DE PINTURA 



CALIGRAFIA, tenho o volume 

sonhado nas 

mãos, e tenho na boca água da fonte que não 

sacia nunca minha sede!

APREDI AMAR MEU PAI, ele está de partida

cara, ajudei o meu pai a sair da maquina... levei até a vã, ele gemia sem dentadura tentando sorrir. Me abençoa e pergunta de mim quando não estou. Aprendi amar meu pai... ninguém nasce sabendo! ele está indo pro rio com sua canoa nas costas... vai colocá-la na água sem provisão nem agasalho, vai molhar os pés, vai entrar na embarcação que fez a vida toda pra ele, eu ouvia sempre ele dizer com outras palavras... eu aprendi a ouvir ele e se deus quiser também eu, quando for ao rio na minha vez... serei homem... que se tiver força assumo o lugar dele e rio acima... rio abaixo... e eu rio... o rio.