quinta-feira, 30 de agosto de 2012

OXYDRAGA


É a mãe do Diabo, do vício, do ócio e da lamentação. Oxydraga é a investida do desejo ante o tormento e a dor, de ventre fértil pariu mil vezes fêmeas de fertilidade semelhante. Oxydraga é o gozo no escárnio postado nos olhos de quem esmola. Incestuosa e perversa trai e come à mesa junto aos escarnecedores à custa da mísera iniciativa do bem.

SAUDADE NOSTALGIA NEBLINA

  É difícil extrair quem somos do que nos disseram ser. O nome que damos as coisas também tem nome, é o tal substantivo. Substantiv...