Postagens

COMO NASCE POESIA

Estrelas nascem em berçários demolidos como os poetas, de nuvens moleculares gigantes espalhadas pelo Cosmo.
Na vastidão oca do universo, das próprias memórias, nascem os poemas . Na concentração de lembranças suas e alheias, nascem poemas. Na justaposição do vivido e do inventado, nascem os poemas.
Sob a força da gravidade que se faz presente, tudo se comprime: a nuvem perde suas partes mais densas e dos elementos amalgamados, aos poucos, um pedaço se desprende ganhando densidade e calor.
Então poeira e memória, estrela e poeta giram em torno, em si tomam forma. Sempre quase prontos, esférica estrela
Postagens recentes